MITOS RELACIONADOS COM O USO DE PROTETOR SOLAR

a woman standing using cycling clothing

Talvez penses que estás a aplicar protetor solar corretamente, ou talvez penses que não precisas dele. Vê estes mitos e verdades sobre protetor solar antes de saíres para o sol.

PROTETOR SOLAR

Os protetores solares atuam através de filtros químicos e físicos que reduzem a penetração dos raios UVA e UVB na pele. O uso de protetores solares é importante para evitar o envelhecimento fotográfico e o cancro da pele, desde que sejam utilizados corretamente e combinados com outras medidas de proteção, como usar chapéus ou tampas.


Estudos mostram que devem ser utilizados pelo menos 2 miligramas por centímetro quadrado de pele, o que equivale a aplicar uma colher de chá de protetor solar para cobrir o rosto e o pescoço.


Quando não são aplicados em quantidades certas, os protetores solares não proporcionam uma proteção completa. Por isso, é importante combiná-los com outras formas de barreiras físicas para maximizar a sua eficácia. Usados de forma inadequada, podem criar a falsa sensação de que estamos protegidos da radiação solar, quando na verdade ainda estaríamos expostos.

OS PROTETORES SOLARES CAUSAM DERMATITE DE CONTACTO?

Sim, podem,no entanto, estas reações são muito raras e estão geralmente associadas a uma substância contida em alguns filtros orgânicos chamado oxibenzona.

Os protetores solares causam dermatite de contacto?

Sim, podem, no entanto, estas reações são muito raras e estão geralmente associadas a uma substância contida em alguns filtros orgânicos chamados oxibenzona.

COMO POSSO GARANTIR UMA BOA PROTEÇÃO?

Os protetores solares são rotulados dependendo da proteção que fornecem contra a radiação UV.

A proteção contra os raios UVB, a radiação mais nociva com maior efeito mutagénico, é determinada pelo fator SPF (Fator de Proteção solar). Um SPF de magnitude 30 bloqueia cerca de 97% dos raios UVB, o suficiente para ser protegido.

O espectro da radiação ultravioleta do tipo UVA está associado ao bronzeamento e ao foto-envelhecimento, razão pela qual estamos protegidos contra ela. É importante então garantir que os protetores solares que usamos também oferecem este tipo de proteção, porque muitos produtos no mercado apenas garantem o bloqueio dos raios UBV.

QUE TIPO DE PROTETOR SOLAR DEVO USAR?

Existem muitos tipos de protetores solares de acordo com a sua composição e veículo. Os filtros inorgânicos, também chamados de telas, são recomendados para pessoas com pele extremamente sensível ao sol, como pacientes com rosácea, e são ideais para pacientes com melasma.

Os veículos em que os protetores solares vêm também são uma característica importante na escolha de um produto para uso diário. Os géis à base de água são adequados para pele oleosa ou propensa a acne. Enquanto o uso de veículos mais cremosos é ideal para pele seca e madura.

PODE AFETAR OS NÍVEIS DE VITAMINA D?

Sabemos que a síntese da vitamina D no corpo requer exposição ao UVB, radiação que seria bloqueada usando um protetor solar. No entanto, o seu efeito não é significativo, uma vez que a síntese desta vitamina na pele pode ocorrer mesmo com pouca radiação, e os seus níveis estão mais condicionados à dieta. Nem pense neles como sessões de bronzeamento!

Protetor solar e protetor solar são uma ótima maneira de proteger a sua pele do sol se você tiver que estar nele. Mas não se esqueça que temos roupas de ciclismo que podem proteger a sua pele de raios UV e óculos de sol para proteger a pele à volta dos seus olhos.

Se tem perguntas sobre como proteger a sua pele do sol, pergunte ao seu médico. A resposta pode ajudá-lo a reduzir o risco de cancro de pele.